Enem 2018: segundo dia, com prova de exatas, terá 30 minutos a mais de duração

O segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (2018), dedicado à prova de exatas, terá 30 minutos a mais de duração. A partir deste ano, os candidatos terão cinco horas para responder as questões de matemática e de ciências da natureza, que incluem química, física e biologia. As provas serão aplicadas nos dias 4 e 11 de novembro.
No ano passado, o Ministério da Educação (MEC) mudou a divisão das disciplinas, concentrando as provas nas áreas de humanas no sábado, e de exatas, no domingo. Os candidatos, no entanto, se queixaram de que o tempo de quatro horas e meia para o segundo dia foi insuficiente para resolver todos os cálculos exigidos nas questões.
 

Primeiro domingo: mesmo tempo
 
No primeiro domingo, continuarão sendo cinco horas e meia de duração para que os candidatos respondam as questões de linguagens e ciências humanas e façam a redação. O edital do Enem 2018 foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (21).
 

Isenção
 
Outra novidade para este ano é que os isentos do Enem 2017 que faltaram aos dois dias de provas e não justificaram a ausência, ou ainda, tiveram a justificativa reprovada após o recurso, deverão pagar o equivalente ao valor da taxa de inscrição se quiserem fazer o exame de 2018. O valor é R$ 82.
No ano passado, o Enem teve abstenção de 32%, a maior em sete anos. Na época, o ministro da Educação informou que, entre os ausentes, 38% não pagaram a taxa.
Desde 2015, o governo tem tentado endurecer as regras para os pedidos de isenção. O candidato que prestava o Enem mais de três vezes sem pagar a taxa também perdia o direito à gratuidade na quarta tentativa. Entretanto, as medidas criadas para tentar coibir este tipo de problema ainda não surtiram efeito.

Saiba mais em G1.