Museu Nacional é interditado por recomendação da Defesa Civil do Rio

A pós o incêndio que destruiu o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, Zona Norte do Rio, a Defesa Civil municipal informou que o local está interditado.
Técnicos do órgão identificaram que "existe um grande risco de desabamento, que pode ocorrer com a queda de trechos remanescentes de laje, parte do telhado que caiu e paredes divisórias do prédio". Na área externa, no entanto, a avaliação destaca que "devido à espessura das fachadas, não há risco iminente".
Mesmo assim, na parte externa "foram constatados problemas pontuais, como queda de revestimento, adornos e materiais decorativos (estátuas) fazendo com que a área de projeção das fachadas também permaneça isolada".
Mais cedo, o cenário era outro. Um laudo preliminar apontou não haver risco de desabamento. A declaração foi dada pelo coordenador da Defesa Civil, Luiz André Moreira, em entrevista ao RJTV no fim da manhã desta segunda-feira (3) . Segundo ele, havia uma recomendação de interdição momentânea do prédio.
Em nota, a Defesa Civil informou que "existe um grande risco de desabamento" na parte interna, com a queda de trechos remanescentes de laje, parte do telhado e paredes divisórias. Na área externa, graças à espessura das fachadas, o risco não é iminente.
"A fachada por inteiro nós não verificamos indícios de risco estrutural de colapsar (desabar). Existe, sim (risco interno), em função de trincas que ocorreram na fachada e do revestimento, é possível a queda de partes dos revestimentos, de fragmentos dos adornos, dos beirais e da própria esquadria das janelas que estão danificadas devido ao incêndio", disse Moreira.

Saiba mais em G1.